Vera Mendes

Como foi a sua experiência como palestrante do 11° Congresso Brasileiro de Estética e Cosmetologia?

Para mim que sou fonoaudióloga foi um prazer extra, porque é uma forma de apresentar a fonoaudiologia dentro da estética. Então a fonoaudiologia, pelo fato de trabalhar com músculos faciais está agora entrando na estética, e para mim é um prazer muito grande poder compartilhar o que eu aprendi durante 35 anos de profissão, e destes 35, 15 dentro da estética. É sempre um prazer, é gostoso saber que você está ensinando o que as pessoas nem sequer imaginavam, e essa coisa da multidisciplinaridade que eu acho bárbaro, muitas vezes as pessoas perdem por não se apossar, não se apoderar deste conhecimento que é você contar com outros profissionais para que o resultado do seu protocolo seja melhor.

Qual a sua dica para o futuro profissional dos congressistas participantes?

Sejam muito curiosas e façam aquilo que vocês orientam para o cliente, então para eu falar sobre ginástica facial eu tenho que fazer, sempre. Para eu poder cantar, eu tenho que treinar a minha voz. É um pouco chatinho mas tenho que fazer. Só ensine aquilo que você viver.